Para Edegar Pretto, pré-candidaturas do campo progressista significam o fortalecimento da democracia

Reforçar a defesa da democracia, combater a fome e garantir um palanque forte para Lula no Rio Grande do Sul. Esse foi o tom de lideranças do PCdoB e do PT, que neste domingo (03) lançaram pré-candidaturas a deputadas e a deputado no Rio Grande do Sul.

Em Porto Alegre, Edegar Pretto, pré-candidato do PT ao governo gaúcho, participou do lançamento das pré-candidatas Bruna Rodrigues e Daiana Santos. Ambas são vereadoras do PCdoB de Porto Alegre e vão disputar vaga à Assembleia Legislativa e Câmara Federal, respectivamente. Durante a atividade, ele falou da relação de convivência e amizade com as postulantes. Disse que as pré-candidaturas são resultado do trabalho que as duas exercem na Câmara da capital, e que a constituição da primeira bancada negra, da qual fazem parte, mudou o cenário político. “Isso nos deu esperança de que, sim, nós podemos enfrentar e vencer o ódio e o preconceito, vencer a discriminação. Quando o bem se organiza com força, a esperança vence o mal”, assegurou.

Pretto ainda citou os partidos que integram a federação (PT, PV e PCdoB), e lembrou da trajetória que definiu seu nome por unanimidade para liderar um projeto alternativo ao governo do Estado. “Quando o PT me indicou, uma das primeiras pessoas que eu conversei foi com a minha amiga e ex-deputada Manuela D’Ávila. Ela disse que estava ao meu lado. Isso me fortaleceu e me deu muita coragem, porque eu não ando só. Eu estou junto com milhares de pessoas que estão com vontade e com garra de reconstruir o nosso Rio Grande e o Brasil”, celebrou.

O evento, na quadra da Escola de Samba Fidalgos e Aristocratas, reuniu convidados, lideranças políticas, de movimentos populares e militantes de partidos do campo progressista. A líder do PCdoB, Manuela D’Ávila, declarou estar emocionada com as duas pré-candidaturas. Disse que o trabalho das vereadoras representa a luta das mulheres, e que seguirão com voz firme, forte e convicta, porque conhecem e vivem a realidade das comunidades da capital, num tempo difícil, segundo ela, em que governos tentam invisibilizar as mulheres negras, as mulheres trabalhadoras, aquelas que vivem no cotidiano as desigualdades. “Estamos num tempo com pessoas passando fome, em que as crianças não estão na escola, porque estão nas sinaleiras tentando ajudar suas mães, também desesperadas, a garantir comida em casa. Esse é o tempo que Bruna e Daiana conhecem de perto. O nosso lado denuncia as desigualdades, a violência contra mulheres, jovens e negros. Desse lado também está Edegar Pretto, um cara que sabe que a luta muda a vida”, manifestou.

A vereadora Bruna Rodrigues, que vai disputar uma vaga no parlamento gaúcho, agradeceu aos militantes, aos dirigentes partidários, aos amigos e amigas, familiares e associações de moradores, clube de mães e juventude. “Tenho muito orgulho de ser a guria que nasceu e se criou na Vila Cruzeiro, bato no peito e digo  que sou periférica. Hoje é um dia comemorativo, mas também é um marco numa luta que nós sabemos quem vamos enfrentar. Vamos fazer desse estado um lugar mais humano, mais igual”, afirmou.

A vereadora Daiana Santos, que vai disputar vaga à Câmara Federal, avaliou que nos dias atuais há um enorme rechaço a tudo que vem ao encontro da construção feminista. Lembrou que é oriunda do Morro Santana, na capital, e falou da difícil situação de fome no país. Em relação ao tema, disse que não basta somente falar, mas agir. “Se a comida no prato está faltando, a gente se organiza para mudar esse cenário. Eu me manifesto, porque isso fala diretamente de quem eu sou. É dessa forma que damos um passo inicial rumo a um novo momento político, que dialoga com a realidade das comunidades”, destacou.

Ainda no domingo, o vereador do PT de Porto Alegre, Leonel Radde, também lançou seu nome à disputa de vaga na Assembleia Legislativa. Em evento realizado no Bar Ocidente, Radde reuniu convidados e apoiadores. A temática de sua fala abordou a importância do povo brasileiro se apropriar novamente da bandeira do Brasil, porque ela pertence a todos e todas. “Nós, do Partido dos Trabalhadores e do campo da esquerda, realmente defendemos um país soberano, merecemos portar essa bandeira que representa a nossa realidade. O povo precisa voltar a ser protagonista. E para isso temos que estar mobilizados, temos que ter canais de comunicação articulados e estarmos debatendo o tempo inteiro com as bases, com nossos vizinhos e amigos”, avaliou.

Edegar Pretto, que prestigiou o lançamento da pré-candidatura do seu amigo, declarou estar feliz e orgulhoso por participar de um evento com o

 vereador mais votado do PT na capital, que agora busca uma nova etapa, e por também estar com pessoas, que assim como Leonel Radde, acreditam na democracia e na soberania nacional.

Entre os participantes que circularam nas duas atividades de lançamento das pré-candidaturas, também estiveram presentes os vereadores Matheus Gomes (PSOL) e Aldacir Oliboni (PT), a deputada federal Maria do Rosário (PT), os deputados federais petistas Paulo Pimenta e Henrique Fontana, a deputada estadual Sofia Cavedon, entre outros pré-candidatos a deputado e deputada.