notícias noticias
notíciapré-candidato

Olívio Dutra: o eterno governador de todos os gaúchos e gaúchas

05/08/2022 - 09h08min

A simplicidade genuína de Olívio Dutra faz com que muitos gaúchos e gaúchas o encontrem no ônibus, no Mercado Público ou nas ruas de Porto Alegre, abraçando e sendo atencioso com todos e todas. 

Olívio foi um dos principais incentivadores de Edegar e, com o falecimento de Adão Pretto, foi sincero e direto ao dizer que ele deveria seguir o legado do seu pai, uma vez que já o acompanhava nas andanças pelo Rio Grande do Sul.

“Edegar Pretto é uma liderança que não surgiu de cima pra baixo, nem é filho de gente abonada. É filho de pequenos agricultores, cuja propriedade já estava ficando economicamente inviável para uma família grande. Eles tinham que se organizar para seguirem como agricultores e tirar da terra um alimento sadio para si e também para o povo da comunidade, da cidade. Essas são as raízes do companheiro Edegar Pretto”, diz Olívio. 

Olívio foi deputado federal (1987/89), prefeito de Porto Alegre (1989/93), governador do Rio Grande do Sul pelo período de 1999 a 2003 e ministro das Cidades no governo Lula, em 2003. Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores ao lado de Lula, Olívio foi responsável por inúmeras ações que até hoje são lembradas pelo povo gaúcho. 

Um dos principais legados de Olívio foi o Orçamento Participativo, o governo transcendeu as fronteiras do RS como um modelo de gestão transformadora que pensa e constrói políticas públicas de forma coletiva.

“O Edegar sabe o que é a Participação Popular, o PT e os partidos da frente que formamos e que apoiam o companheiro Lula. Este povo sabe dos desafios e dificuldades que se tem em trabalhar com a democracia e não com a ditadura, a construção de alternativas. Por isso que nós precisamos de lideranças oriundas dos movimentos populares, como é o caso do próprio Lula e também de Edegar Pretto”, afirma Olívio. 

Comprometido com a luta da Reforma Agrária, na época em que foi governador Olívio assentou mais de 5 mil famílias do Movimento Sem Terra – MST e assegurou sementes, ferramentas, mudas de árvores frutíferas, telas para fechar galinheiro e horta, recurso que havia e que possibilitou que a agricultura familiar investisse e começasse a fornecer alimentos para as escolas estaduais do Rio Grande do Sul. 

A frente de seu tempo, foi no governo de Olívio o lançamento do Movimento Software Livre no Brasil. Foi a primeira vez que o tema foi tratado como política pública, também a partir da criação do Fórum Internacional do Software Livre.  

O Fórum Social Mundial também surgiu em Porto Alegre no período do governo de Olívio Dutra, quando em 2001 foi realizada a primeira edição do evento que reuniu milhares de pessoas em busca de um “novo mundo de igualdade, justiça e democracia”.  

Também foi no governo de Olívio que aconteceu a 1ª Feira da Agricultura Familiar na Expointer.  Em 2001 foi criada a Universidade Regional do Rio Grande do Sul – UERGS, fruto da inclusão da pauta na discussão do Orçamento Participativo. 

Olívio, carinhosamente chamado de Galo Missioneiro, é referência política não só para o Rio Grande do Sul, mas exemplo de integridade para a política de todo o Brasil e América Latina. 


confira também
Governos Lula, Dilma, Olívio e Tarso dei…
08 ago 2022notíciapré-candidato

Palavra de gaúcho: Em debate, Edegar Pre…
08 ago 2022notíciapré-candidato

Candidatura de Edegar Pretto é registrad…
05 ago 2022notíciapré-candidato

Eleições 2022: Edegar Pretto participa d…
05 ago 2022notíciapré-candidato

Assembleias temáticas vão aprofundar Pla…
05 ago 2022notíciapré-candidato

Olívio Dutra: o eterno governador de tod…
05 ago 2022notíciapré-candidato