Inaugurado comitê pró-Lula e Edegar Pretto em Candiota

O Assentamento Roça Nova, em Candiota, foi palco da atividade de lançamento do Grande Comitê Popular Lula e Edegar Pretto, organizado pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a Juventude do PT. A atividade aconteceu neste sábado (18), reunindo cerca de 150 pessoas no Centro de Educação Popular e Pesquisa em Agroecologia (Ceppa).

O comitê central contempla municípios e assentamentos da Campanha, Sul e Fronteira Oeste, com o objetivo de dar visibilidade às pré-candidaturas petistas para a presidência da República e o governo do Estado. A ideia é influenciar no debate sobre os planos de governo e envolver-se nas principais atividades de pré-campanha e, posteriormente, campanha.

Na ocasião, o pré-candidato Edegar Pretto falou sobre a difícil situação em que vive a população do estado e país, e reafirmou o seu compromisso com o combate à fome, caso tenha a oportunidade de ser eleito governador. “Nenhum pai e nenhuma mãe podem dormir preocupados, sem ter comida para colocar na mesa dos seus filhos e filhas no outro dia”, declarou.

Conforme Gerônimo da Silva, da coordenação dos comitês populares do MST, a partir de agora, a tarefa é multiplicá-los nas três regiões. “Eles serão estruturas organizativas para a discussão do projeto de estado e país. A ideia é que esses comitês permaneçam no pós-eleição, pois queremos ajudar a governar colocando as demandas específicas do povo, da reforma agrária”, disse.

Além de lideranças e militantes do PT e MST, a plenária também contou com a participação da vereadora Luana Camacho Vais, do ex-prefeito Adriano Castro dos Santos, do deputado federal Dionilso Marcon e representantes de diversas instituições e cooperativas. Ao final, teve bolo e parabéns a Edegar Pretto, que completou 51 anos na sexta-feira, dia 17 de junho.

 

Texto: Silvana Granja

Foto: Rafael Stedile