Edegar Pretto quer que o Estado contribua com as obras do Hospital Regional de Palmeira das Missões

A convite da administração de Palmeira das Missões, o deputado Edegar Pretto visitou nesta quinta-feira (30) as obras do Hospital Público Regional (HPR) do município, no Norte do Estado. Mais da metade das obras estruturais do prédio estão concluídas. Com 30 mil m², o HPR está sendo construído num terreno com 50 mil m², localizado no bairro dos Ipês, na zona Norte da cidade. “Esta é uma obra sonhada e idealizada por muitos, entre eles o meu saudoso pai Adão Pretto, até que em 2008 o presidente Lula tomou a decisão de realizar esse hospital que será 100% SUS, especialmente para casos de alta complexidade, para aquela parcela da população que mais precisa de saúde pública de qualidade”, salientou o deputado.

Segundo o prefeito Evandro Massing, a partir de agora, inicia-se a fase de acabamento e estrutura interna, onde deverão funcionar os diversos setores do hospital, que atenderá pacientes de 72 municípios das regiões Norte e Noroeste do estado. O prédio começou a ser construído em maio de 2019, e a previsão é de que comece a funcionar em 2022, inicialmente com algumas especialidades. A meta é que o hospital esteja funcionando de forma plena, com todas as especialidades, no ano de 2025. “Esse hospital, além de atender saúde, também vai gerar desenvolvimento, vai gerar emprego e vai gerar renda. Isso é extremamente importante, e importante também que a União, Estado e Município estejam imbuídos para construir essa obra, equipar esse hospital e colocá-lo em funcionamento”,  ressaltou Massing.

Edegar Pretto lembrou que a idealização do HPR começou a partir de uma intensa articulação da região, com recursos garantidos durante o Governo Tarso Genro e da presidenta Dilma Rousseff, em 2014. Na época, houve mobilização junto ao Ministério da Saúde, especialmente com a colaboração do Grupo Hospitalar Conceição (GHC), garantindo os investimentos para a criação do Hospital. Na construção, estão sendo aplicados R$ 115 milhões: R$ 111 milhões do Ministério da Saúde e R$ 4 milhões do município. “Também foi com muita luta, demandada pelo prefeito Evandro e pela região, que nós conseguimos colocar a obra no Plano Plurianual do Estado, que até agora não teve nenhuma contribuição, para que o Governo Estadual participe desse investimento, quem sabe com os equipamentos necessários daqui para a frente”, sugeriu.

O local onde hoje circulam caminhões, escavadeiras e operários, dará lugar a um complexo hospitalar que terá 224 leitos, sendo 39 deles de UTI e 180 de internação, além de cinco berçários para cuidados intermediários. O hospital será referência para 72 municípios da região. A previsão é de que o complexo hospitalar gere mais de 1,3 mil empregos diretos.

Com 100% do atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o HPR será um dos hospitais públicos mais modernos do Brasil. Para Edegar Pretto, isso é uma conquista para a saúde que garante acesso para uma população de cerca de 500 mil pessoas, que não precisarão se deslocar da região para outros centros. “É importante projetarmos um futuro e pensar num Estado que cuide do seu povo, que seja grande e trate de cuidar das necessidades básicas daqueles que mais precisam. Um Estado que contribua com essa possibilidade e investimentos para fazer frente às necessidades que nosso povo tem em diversos setores. O sonho do HPR que vira realidade é um exemplo dessa luta coletiva”, avalia o deputado.