Edegar Pretto defende educação e moradia digna em encontro que marca 30 anos da ocupação Nova Santa

Um encontro com o Movimento Comunitário Santa Marta marcou a agenda do deputado Edegar Pretto, em Santa Maria. A comunidade carrega o simbolismo da luta por moradia, pois é fruto de uma ocupação ocorrida em 1991. Por muitos anos essas famílias viveram à margem da sociedade e sem o reconhecimento do poder público. As conquistas mais significativas foram obtidas por meio de lideranças do Partido dos Trabalhadores. “Temos muito orgulho em ver o tamanho e a organização desse bairro, sabendo que essas melhorias começaram lá no Governo Olívio, com a abertura de uma escola e com a chegada da água e da energia elétrica, nos anos de 2002 e 2003”, disse o deputado.

Em 2018, o local recebeu a visita do ex-presidente Lula, que pronunciou uma frase marcante para o tema educação no Brasil: “Não querem que a gente volte porque criamos o Prouni e colocamos os filhos dos pobres nas universidades. Colocamos mais jovens na universidade em quatro anos do que eles colocaram a vida inteira.” Na visita à Escola Marista Santa Marta, que atende cerca de mil alunos, Edegar Pretto conheceu a estrutura da instituição, que está há 24 anos no bairro, acompanhado pelo professor, Leandro Schneider.

A presidente da Associação Comunitária do Alto da Boa Vista e da Escola Marista, Elisa Pinheiro, disse que a escola representa o coração da ocupação da Nova Santa Marta porque está centralizada no meio do bairro, que tem sete vilas e foi a primeira escola do local. “E no eixo da educação ela é uma escola exemplar, acho que inclusive para o país, porque o carinho e a educação que é dada aqui, para mais de mil alunos, é também estendido para as famílias.” Elisa fez questão de ressaltar que todos os investimentos, tanto em educação quanto em saúde e infraestrutura foram trazidos por meio de deputados e gestores petistas, como por exemplo os R$ 56 milhões recebidos através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no Governo da presidente Dilma Rousseff, investimento que mudou a realidade do bairro. “O atual governo estadual eu acho que nem sabe da existência desse bairro, que já foi a maior ocupação da América Latina, fazendo 30 anos”, concluiu.

Santa Marta é um dos maiores bairros de Santa Maria, com mais de 20 mil habitantes. As conquistas mais significativas foram obtidas por meio dos governadores Olívio Dutra e Tarso Genro, dos presidentes Lula e Dilma Rousseff, e durante a gestão de Valdeci Oliveira, quando foi prefeito do município. “A Santa Marta tem um símbolo que fez da sua organização e da sua força uma luta por condições de vida melhor”, salientou Edegar Pretto. Lembrou ainda, da luta do seu pai Adão Pretto, na busca por direitos, e disse que se sente em casa ao visitar um movimento como este.