Desenvolvimento do estado no foco de Edegar Pretto

A volta de eventos tradicionais no formato presencial significa a retomada do desenvolvimento de diversas regiões do Rio Grande do Sul. Essa é a visão do deputado Edegar Pretto (PT) ao participar da abertura oficial de duas importantes feiras na Zona da Produção nesta quarta-feira (20), a Feira das Indústrias de Sarandi (Feisa) e a Feira Multissetorial de Frederico Westphalen (Expofred).

Na Feisa, onde representou o presidente da Assembleia Legislativa, Valdeci de Oliveira, Pretto foi recebido pelo prefeito de Sarandi, Nilton Debastiani, e pelo vice-prefeito Reinaldo Nicola, ambos do PDT, juntamente com o presidente da feira, Antônio Márcio Tonetti. O evento teve ato simbólico com bênção de lideranças religiosas e corte da fita inaugural. Em seguida, autoridades e convidados caminharam pelos estandes da feira, que está na sua 21ª edição.

O parlamentar destacou a importância da retomada dos tradicionais eventos que ocorrem no interior, como um marco para o desenvolvimento do RS. “O nosso estado já vinha enfrentando dificuldades econômicas. Com a pandemia aliada a uma gestão que não conseguiu atender as necessidades dos diversos setores produtivos houve um agravamento dessa situação. Por último, veio a estiagem e mais uma vez o governo virou as costas para a população, principalmente para a agricultura. Então, um momento como este é simbólico porque representa a tão sonhada retomada dos negócios”, salientou.

Para o presidente da Feisa, o momento é de extrema importância para a economia de Sarandi. “Nós estamos num momento chave de abertura dos portões de um grande evento, as pessoas tendo a possibilidade de sair de suas casas e sair para comprar. Estamos muito felizes por esse momento em que o Brasil abre as portas dos grandes eventos. A expectativa de público é a melhor de todas, porque pela primeira vez na história a bilheteria está sendo aberta, sem cobrança de ingressos. Estamos trazendo shows de nível internacional este ano, além dos nossos atrativos e expositores que estão dando um show lá dentro dos pavilhões”, comentou Tonetti.

Em Frederico Westphalen, na cerimônia de abertura da Expofred, Pretto disse que as diversas representações dos setores produtivos presentes na feira expressam um retrato fiel do evento. “Esta feira é o retrato da nossa região, tão importante para a economia do Rio Grande do Sul. Então a gente vem matar a saudade e também reafirmar o nosso compromisso de continuar lutando pelas pautas que mexem com a vida da população, principalmente daqueles que mais precisam”, afirmou.

A feira conta com 340 expositores de diversos segmentos, entre eles a indústria, o comércio, a prestação de serviço e a agricultura. Em sua última edição, os negócios fechados e prospectados durante o evento somaram mais de R$ 55 milhões, reforçando a marca de ser uma das maiores feiras multissetoriais do RS.

Texto: Leandro Molina MTB 14.614
Foto: Rafael Stedile