Comitê da ONU promove campanha no litoral pelo fim da violência contra as mulheres

O Comitê Gaúcho Eles Por Elas, da ONU Mulheres, vai movimentar o Litoral Norte no sábado (26). A ação começa pela praia de Torres, às 11 horas, passa por Capão da Canoa, às 15h30, e se encerra em Imbé, às 17 horas.

Com distribuição de material informativo, mobilização e bate-papo na areia das praias, o objetivo dos organizadores é conscientizar e convidar os veranistas, especialmente os homens, para entrar na luta pelo fim da violência, do abuso e do assédio contra as mulheres. A equipe também vai orientar sobre os meios para que qualquer pessoa possa fazer uma denúncia de violência.

Desde que foi lançado, em 2017, o Comitê Gaúcho Eles Por Elas tem realizado campanhas de conscientização contra a violência, conversando com o público masculino para que os homens levem o assunto para os grupos de amigos, familiares, colegas de trabalho, entre outros.

Conforme Edegar Pretto, coordenador do Comitê da ONU, a ideia é constranger toda e qualquer prática machista, que têm levado milhares de mulheres a sofrerem agressões psicológicas, físicas e até serem assassinadas, somente pelo fato de serem mulheres.

No Rio Grande do Sul, o número de feminicídios é assustador a cada ano. Em 2021, 97 mulheres perderam a vida, número que é 21% superior ao do ano de 2020, que teve 80 vítimas. Só no mês de janeiro de 2022 já foram 10 mulheres assassinadas por esse tipo de crime no estado. Nos 23 municípios da Associação do Litoral Norte foram registrados três feminicídios no ano passado.

Outra ação do Comitê Gaúcho Eles Por Elas, da ONU, é informar as mulheres para que elas saibam se reconhecer dentro do ciclo de violência e tenham coragem de romper o silêncio e denunciar o agressor.

Eles Por Elas

O movimento mundial da ONU Mulheres, Eles por Elas (HeForShe) é um esforço global criado em 2014 para difundir a conscientização pelo fim de todas as formas de discriminação e violência contra mulheres e meninas.

O Rio Grande do Sul foi o primeiro estado do país a aderir ao Eles Por Elas. O Comitê Gaúcho é apartidário, composto por empresas, universidades, instituições públicas, de segurança e judiciário, artistas e clubes de futebol da dupla Grenal. É o único autorizado pela ONU no Brasil. Uma de suas principais campanhas é a da Máscara Roxa, lançada em 2020 durante a pandemia para ajudar mulheres vítimas de violência doméstica em todo o estado.

Aqui Tem Respeito pelas Mulheres

Outra iniciativa lançada recentemente é o Programa “Aqui tem respeito pelas mulheres”, que está sendo multiplicado pelas mais diversas regiões do Rio Grande do Sul. O programa, que busca reduzir a violência, o assédio e o abuso contra o público feminino, é direcionado a estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes, casas noturnas, entre outros, mas pode ser adaptado para qualquer ambiente, como por exemplo em transportes por aplicativo e até coletivos.

O programa capacita proprietários e funcionários do negócio para que possam lidar com as situações de forma discreta e efetiva. São aulas de sensibilização, que orientam o profissional a identificar a possível violência e prestar o atendimento correto à mulher que estiver em risco. Com isso, poderão retirar o assediador do ambiente ou até mesmo chamar a Brigada Militar. Os estabelecimentos que aderirem ao programa também recebem uma certificação de que são locais seguros e que respeitam as mulheres, e serão avaliados constantemente.